Publicidade

Ana Carolina divulga novo videoclipe ao vivo


Ana-Carolina-.png

Ana Carolina lançou, em seu canal oficial do YouTube, o terceiro clipe do DVD “#AC Ao Vivo”. A faixa “Esperta” foi gravada durante um show realizado pela cantora em São Paulo (SP), no dia 25 de outubro de 2014.

No repertório de “Ana Carolina Ao Vivo” estão inclusos grandes sucessos da cantora, tais como “Quem De Nós Dois”, “Rosas” e “Garganta”, além das canções do disco “#AC”, lançado em 2013. Há, ainda, a adição de músicas inéditas e uma releitura de “Coração Selvagem”, grande sucesso de Belchior. Ao todo, o disco conta com 28 faixas.       VEJA Esperta AQUI

 

Roberto Carlos e Ana Carolina: sem letras em sites

Desde o ano passado, os usuários que procuram letras de músicas de Roberto Carlos e Ana Carolina na internet vem encontrando dificuldades para encontrá-las. Isso acontece porque os detentores dos direitos dessas obras pediram sua retirada à Studio Sol, empresa responsável pelos sites CifraClub e Letras.mus.

No caso das músicas de Roberto Carlos, o comunicado foi feito em setembro, pela Sony / ATV. Alguns meses antes, Ana Carolina já havia feito o mesmo pedido. Cada artista alega um motivo diferente para a ação. Contudo, ambos negam se tratar de censura. “Algumas letras têm peso comercial, como ‘Esse Cara Sou Eu’. Não temos interesse em disponibilizá-la. Isso é um negócio, não é questão de censura”, justifica Dody Sirena, empresário de Roberto Carlos.

Já o assessor de Ana Carolina, Horácio Brandão, alega que o pedido para retirada do ar ocorreu por uma questão de qualidade. Segundo ele, a ação visa evitar que o material seja publicado com alterações.

De qualquer forma, tanto Roberto Carlos, quanto Ana Carolina mantém parte de seu catálogo disponível nos sites. Ao pesquisar a música “O Portão”, lançada por Roberto em 1974, constatamos que a letra ainda está lá. O mesmo não acontece com “Esse Cara Sou Eu” que, no lugar da letra, exibe o comunicado: “Essa música foi removida em razão de solicitação do(s) titular(es) da obra. O Letras.mus.br está trabalhando para obter o licenciamento desse conteúdo”. O advogado da Sony/ ATV, José Diamantino, explica que é necessário esperar a autorização do próprio Roberto para que uma letra seja publicada.

Segundo a responsável pelo conteúdo dos sites, Rosi Benini, as letras são autorizadas por meio de um convênio com a Ubem (União Brasileira de Editoras de Música). A cada mês, eles recebem uma lista com as composições de gravadoras e editoras filiadas à Ubem.