Publicidade

Joseane Borges: 1ª mulher trans do Piauí com título de bacharel em Serviço Social

Categoria: Geral
Criado em Sexta, 23 Março 2018 14:36
Escrito por Redação

“Há uma grande dificuldade em chegar até hoje cheguei", ressalta Joseane.

Joseane.jpg

Joseane Gomes Santos Borges é a primeira mulher transexual a conquistar o título de bacharel em Serviço Social no Piauí. Em entrevista ao Cidadeverde.com, ela declarou que irá transformar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), intitulado “Travestis e Transexuais no Sistema Prisional: avanços e conquistas na política de acolhimento”, em ações de políticas públicas no Estado.

“Há uma grande dificuldade em chegar até hoje cheguei, pois muitas trans param de estudar ainda no ensino fundamental, devido à exclusão social desde a infância, sendo que muitas sofrem uma segunda exclusão dentro do sistema prisional como, por exemplo, o não reconhecimento do nome social”, contou Joseane.

Ela ressaltou que “hoje o Piauí possui outras trans cursando graduação, mas formada, com título de graduação em Serviço Social, sou a 1ª mulher trans assumida a conquistar”.

Sobre o TCC, Joseane ressaltou que a pesquisa para o seu TCC, iniciada em 2016, já rendeu bons frutos, pois ele já serviu como base para um projeto de orientação para os agentes penitenciários e demais funcionários atuantes na Segurança Pública do Estado para melhorar o tratamento com as mulheres trans dentro dos presídios.

Joseane cursou Serviço Social na Faculdade Adelmar Rosado, uma das primeiras a aceitar o nome social de pessoas trans, e apresentou o tcc no dia 12 março deste ano. Atualmente, Joseane é coordenadora do Núcleo de Enfrentamento a LGBTFOBIA da Secretaria Estadual de Serviço Social e Cidadania do Piauí (Sasc).

Joseane2.jpg

Alguns dos pontos abordados no TCC para fortalecer o combate a transfobia é a não obrigatoriedade do corte dos cabelos das mulheres trans quando entram no sistema penitenciário masculino, a não ser que seja uma opção pessoal; o respeito pelo nome social da presidiária e, além disso, as mulheres trans serem encaminhadas para a penitenciária feminina, e não a masculina como já ocorreu.

Joseane contou que chegou a visitar mulheres trans nas penitenciárias Major César e Irmão Guido. “O que eu pude constatar é que muitas mulheres trans possuem medo de ficar no sistema prisional masculino por receio de serem abusadas sexualmente, e de serem feitas de ‘empregada’. Eu quero que o meu TCC ajude a ampliar o número de projetos sociais, que combata a exclusão de mulheres travestis e transexuais”, ressaltou.

Joseane3.jpg

O Conselho Regional de Serviço Social - Piauí (CRESS-PI) explica que o título de Assistente Social só é concedido após inscrição no conselho de Classe. Antes disso, as/os recém formadas/os no curso de Serviço Social possuem o grau de bacharelado. Joseane já deu entrada na documentação necessária para passar a atuar na área.

Em nota, o CRESS-PI parabenizou Joseane Borges. "A conquista de Joseane Borges é também uma vitória para todos aqueles que lutam por direitos e contra toda forma de LGBTfobia. Reafirma nossa luta diária em defesa dos direitos das pessoas trans, no que diz respeito ao acesso a educação e demais serviços públicos, mas também na luta por ampliação dos direitos e contra toda forma LGBTFOBIA/TRANSFOBIA", afirma a nota.

Fonte: Cidadeverde