Publicidade

Quase 900 crianças deram entrada no HUT com objetos estranhos no corpo

Categoria: Geral
Criado em Quarta, 10 Janeiro 2018 16:24
Escrito por Redação

Em 2017, pelo menos duas crianças morreram após aspirarem sementes de frutas

criancas22.jpg

No ano passado, quase 900 crianças deram entrada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) para a retirada de objetos estranhos em várias partes do corpo como narinas, ouvidos, boca ou órgãos genitais. O risco é maior quando o objeto estranho é aspirado para o pulmão, podendo causar obstrução parcial ou até total dos brônquios. Em 2017, pelo menos duas crianças morreram após aspirarem sementes de frutas.

Casos de crianças que aspiram ou ingerem corpos estranhos se tornam mais graves pelo fato de não saberem descrever os sintomas e não terem capacidade de expelir o objeto sozinhas.

De acordo com o relatório produzido pelo setor de estatística do HUT, os locais mais comuns para retirada de corpo estranho foram o ouvido (370 atendimentos), nariz (254); garganta (207); local indefinido (48) e genitálias (13).

Gilberto Albuquerque, endoscopista e diretor geral do HUT, revela que, em média, seis pacientes, de todas as idades, por dia, são atendidos para retirada de corpos estranhos em diversas partes do corpo. Alguns casos são bastante graves, inclusive com risco de morte. O total de atendimentos, incluindo adultos, foi 2.647, cerca de 7% maior do que em 2016.

Fonte: CidadeVerde