Publicidade

Luiz Menezes começa a exonerar seus aliados políticos

Categoria: Geral
Criado em Sexta, 19 Maio 2017 14:09
Escrito por Redação

Diógenes Cruz, que usou o chapéu do “15”, teve cabeça “decapitada” pelo “guerreiro”

DiogenesCruz.jpg

Diógenes Cruz, nas eleições municipais de 2016, optou pelo grupo do agora gestor Luiz Menezes. Na época abriu mão de uma candidatura a vereador, tida como vitoriosa, para caminhar ao lado do pmdbista.

Tão logo Luiz foi declarado vencedor das eleições, a primeira medida do gestor foi tentar "tomar" todo o terreno do Parque de Exposição José Gumercindo, local que pertence ao Sindicato Rural que tem como presidente Diogenes Cruz.

Na segunda, 16, Luiz Menezes, chamou Diogenes e mostrou um abaixo assinado com o nome de 4 vereadores pedindo a "cabeça" do sindicalista.
Segundo Diógenes Cruz, os vereadores que assinaram o documento são Eldenis Barbosa, Genival Cigano, Deguedé e Chico Corinto.

Com esse conflito, o prefeito exonerou Cruz do cargo de Superintendente de Desenvolvimento Rural, da Secretaria de Desenvolvimento Rural - SDR da Prefeitura Municipal de Piripiri.

Para Diogenes esse pedido não deveria ter sido acatado pelo gestor que, de forma covarde, alegou que vereadores estariam lhe pressionando para demiti-lo.
Pelo visto o prefeito não aguenta pressão e pega "ar" quando alguém fala a verdade.

O documento de exoneração foi assinado por Luiz Menezes no dia de 16 de maio de 2017.

Vale ressaltar que Diógenes perdeu a chance de continuar no seu partido, PHS, na época da eleição, abrindo mão de ser vereador pelas falsas promessas feitas por Menezes, na campanha. Apostou alto, confiando na palavra de políticos e foi enganado, humilhado e agora exonerado.

A pergunta que fica é: quem será o próximo?